Resumos
Legislação
Livros
Início
Concursos
Provas
Contato
Orkut
Favoritos
Seja um Parceiro do Site
Informar Concurso
.
.

100 Questões Sobre Legislação Educacional

 

01. O Parecer 67/98, do Conselho Estadual de Educação, preceitua que a integração escola-família - comunidade processar- se-á através do

(A) corpo docente da escola.
(B) pessoal técnico da escola.
(C) Conselho Tutelar.
(D) Conselho de Escola.
(E) Conselho Municipal de Educação.


 
02. Com a existência de uma base curricular nacional comum, instituída para o Ensino Fundamental, busca-se legitimar a unidade e a qualidade da ação pedagógica na diversidade nacional. Quanto à parte diversificada do currículo, pode-se dizer que

(A) enriquece e complementa a base nacional comum.
(B) complementa a base nacional comum, em casos especiais.
(C) pode substituir a base nacional comum, em casos especiais.
(D) é parte pouco relevante nas áreas de conhecimento.
(E) Constitui-se num apêndice do núcleo do paradigma curricular.


 
03. Uma criança, apresentando hematomas, relatou para sua professora que foi espancada pelos pais. Esta ficou em dúvida sobre a obrigação de avisar a Direção da escola sobre o fato. De acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA, a professora

(A) deve fazê-lo, mas pedindo anonimato da denúncia.
(B) deve fazê-lo, para que o caso seja comunicado ao Conselho Tutelar.
(C) deve fazê-lo, mas pedindo que apenas se converse com os pais.
(D) pode abster-se de fazê-lo, pois cabe ao Conselho Tutelar descobrir esses casos.
(E) pode abster-se de fazê-lo, uma vez que castigar os filhos é prerrogativa dos pais.


 
04. O Projeto Pedagógico, se incorporado à prática dos educadores, pode constituir-se em ferramenta a serviço de uma escola aprendente e comprometida com uma educação de qualidade para todos. Nesta perspectiva,

I. é um documento que define as intenções da escola, origem das grandes linhas para o Plano Escolar.
II. é um ordenamento pedagógico, lógico e minucioso, elaborado para assegurar a continuidade do efetivo trabalho escolar.
III. sua construção requer a organização da intencionalidade coletiva dos participantes sobre o que a escola vai fazer e como vai fazer.
IV. é resultante de um conhecimento mínimo das condições existentes e um esforço de previsão das alterações possíveis.
V. é um documento que diz respeito à execução das ações, e que vai se transformando no processo de implementação, após sistemáticas avaliações.
As afirmativas coerentes com as idéias de Albuquerque, Fonseca e do Jornal da UDEMO/2002, são APENAS

(A) III, IV e V
(B) II, III e IV
(C) II, III e V
(D) I, II e III
(E)) I, III e IV


 
05. O Plano Escolar orientado pela intenção de assegurar o acesso e a permanência com aprendizagens significativas para todos os alunos, deve privilegiar ações educativas que propiciem possibilidades e oportunidades de
 
I. classificação dos alunos de acordo com seu desempenho, o que assegura a qualidade do processo e êxito dos resultados.
II. uso das horas de trabalho pedagógico coletivo como recurso que permite o acompanhamento das ações propostas.
III. interação entre as vivências dos alunos fora da escola e os conteúdos curriculares desenvolvidos em sala de aula e outros espaços da escola.
IV. inserção das novas tecnologias nas práticas cotidianas de sala de aula, para assegurar a transmissão dos conteúdos mínimos.
V. desenvolvimento de procedimentos pedagógicos e uso de recursos didáticos coerentes com objetivos pretendidos.
As afirmativas coerentes com a proposta de Plano Escolar do enunciado são, APENAS,

(A) I, II e III
(B)) II, III e V
(C) I, III e IV
(D) II, IV e V
(E) III, IV e V


 
06. A implantação da organização em ciclos exige segundo Sandra Zákia debates em torno das concepções e práticas de avaliação nas instituições escolares. No entanto, "é necessário observar que o horizonte da transformação da proposta é a construção de uma concepção do processo de (A)) aquisição e produção do conhecimento, que envolva a discussão sobre as finalidades da educação escolar."

(B) planejamento de aulas com atividades mais significativas para os aluno."
(C) disciplinamento escolar, que não obrigue o uso de avaliações classificatórias sistemáticas para se
manter o controle dos alunos."
(D) formação do professor, tornando-o apto a real prática educativa, a partir de sólida formação
teóricoprática."
(E) organização administrativa da escola e, respectivamente de novo conceito de supervisão escolar."


 
07. O Conselho Estadual aprovou por unanimidade, a Indicação no 08/97, que dispõe sobre o regime de progressão continuada no sistema de ensino do Estado de São Paulo.  Esta aprovação unânime aconteceu porque entenderam os conselheiros que esta Indicação

I. atende às preocupações da nova LDB e reconhecem a complexidade e a amplitude das alterações propostas.
II. permite às escolas a adoção de formas de progressão parcial ao longo dos ciclos, independente da seqüência do currículo.
III. recomenda o amplo debate na rede e com a comunidade antes de sua efetiva implantação.
IV. reconhece que a implantação da proposta depende, fundamentalmente, da competência
pedagógica das escolas.
Estão corretas APENAS as afirmativas

(A) III e IV
(B) II, III e IV
(C) II e IV
(D)) I e III
(E) I, II, e III
 


08. Para orientar a discussão e elaboração do calendário escolar de 2010, o Diretor da Escola e o Coordenador Pedagógico selecionam e organizam algumas informações sobre o ensino fundamental e médio, constantes da LDB, (Lei no 9.394/96), indicação CEE no 9/97 e Parecer CEE no 67/98, destacando que é necessário atender, dentre outras, as seguintes determinações:

I. atividades de reforço e recuperação realizadas ao longo do ano letivo, de forma contínua e paralela, e, nos recessos ou férias escolares, de forma intensiva.
II. carga horária diária, mínima, de quatro horas, excluindo o tempo de recreio e dos intervalos entre as aulas.
III. considerar "hora", "hora-aula", "hora de efetivo trabalho escolar" com o mesmo significado, para viabilizar o curso noturno.
IV. horas de planejamento, replanejamento e de avaliação final do trabalho escolar computadas na carga horária anual, mínima, de oitocentas horas.
São determinações coerentes com os atos legais indicados, APENAS,

(A) II, III e IV
(B) II e IV
(C) I, II e III
(D)) I e III
(E) I e IV
 


09. O Diretor de uma escola constata que, apesar de garantido o desenvolvimento das atividades de compensação de ausência a partir do segundo bimestre, vários alunos do ensino fundamental, de 11 a 15 anos, não atingiram freqüência mínima determinada pela legislação vigente. Faz uma reunião com os pais desses alunos e providencia a realização de novas atividades de compensação durante as férias de janeiro, mas verifica que a freqüência continua baixa, configurando-se casos de abandono. Imediatamente, o Diretor

(A) considera que os pais são os responsáveis pela situação desses alunos.
(B) aguarda o comparecimento desses alunos para que justifiquem suas faltas.
(C)) encaminha ao Conselho Tutelar a relação dos alunos faltosos.
(D) considera que já tomou as providências pedagógicas e legais cabíveis.
(E) exime-se de outras iniciativas em razão do insignificante número de alunos faltosos.  


10. O Conselho Tutelar, criado no âmbito dos Municípios, é um órgão permanente e autônomo, não jurisdicional, encarregado pela sociedade de

(A) promover o desenvolvimento físico e emocional da criança e adolescente.
(B) julgar os casos de discriminação e maus tratos à criança e adolescente.
(C)) zelar pelo cumprimento dos direitos da criança e do adolescente.
(D) decidir sobre a guarda e adoção de crianças abandonadas.
(E) dar prioridade ao atendimento às crianças de zero a seis anos.

 

11 - A organização do ensino em ciclos, com regime de progressão continuada, não supõe diminuição ou eliminação de mecanismos de avaliação. Ao contrário, este regime demanda uma ampliação das práticas de avaliação em seus diferentes níveis e tipos, visando à melhoria da qualidade de ensino. Dentre estes níveis de avaliação está a institucional que, num âmbito interno, em regime de progressão continuada, deve ter como objetivo:

(A) estabelecer critérios de seleção de alunos para a passagem entre séries e entre ciclos, por meio de testagens, para colher amostras da aprendizagem efetivada e escalonar o desempenho geral da escola.
(B) analisar os procedimentos pedagógicos, administrativos e financeiros, tendo em vista estabelecer novas orientações e corrigir trajetórias, a partir de definições do conselho de escola.
(C) oferecer subsídios para a composição do projeto político pedagógico da instituição e de seus indicadores de autonomia, para o estabelecimento de diagnósticos e de regras de retenção.
(D) medir o desempenho escolar por meio de escalas padronizadas, tendo em vista o envio de resultados à Secretaria Estadual de Educação.
(E) elaborar relatórios sintéticos a serem apreciados pelo conselho da escola e anexados ao plano de gestão, constituindo- se como documentos a serem apresentados à comunidade escolar.
 
 
12 -Em Conselho de Classe, os professores da turma C levantaram estratégias coletivas para recuperar paralelamente e acompanhar sistematicamente o avanço dos alunos, o que deverá ocorrer por meio de:
 
(A) tarefas regulares complementares às tarefas anteriores, de complexidade gradativa, a serem realizadas no horário regular das aulas.
(B) tarefas sistemáticas e suplementares, para serem realizadas em casa, repetindo noções e conceitos trabalhados ao longo do período escolar de aulas.
(C) exercícios de fixação propostos ao final de cada período de avaliação, em forma de aulas paralelas e suplementares.
(D) trabalhos de pesquisa sobre temas já abordados em aula, para serem feitos em casa, com orientações prévias, como forma de consolidar noções e conceitos.
(E) trabalhos com grupos de monitores escolhidos entre os melhores alunos, auxiliando a resolver questões com maior incidência de erros nos testes e provas.

 

13 -  É comum aos leigos no assunto confundir progressão continuada com promoção automática, que expressam decisões e ações pedagógicas distintas. Assinale a opção que caracteriza corretamente essa diferença.

Progressão Continuada Promoção Automática
(A) - Processo de acompanhamento do progresso intra e interciclos
Instrumento de seletividade do processo escolar
(B) - Modalidades alternativas de aproveitamento escolar
Processo de retenção indiscriminado
(C) - Modalidades alternativas de aproveitamento escolar
Modelo de avaliação mediadora
(D) - Concepção de ensino, de aprendizagem e de avaliação
Critérios de aprovação para séries subseqüentes
(E) - Concepção de currículo escolar e de construção de conhecimento
Procedimento decisório de promoção escolar para alunos carentes

 

14 - O trabalho da professora Carmem tem sido inovador em relação ao reforço e aos processos de recuperação; sua experiência é desenvolvida dentro do processo regular de aulas, por meio de sistema de monitoria entre os alunos e de atividades diversificadas que resgatam aprendizagens de conteúdos escolares. As alternativas pedagógicas que direcionam o trabalho de suporte e de recuperação junto aos alunos têm como princípio:
 
(A) o controle do processo avaliativo que orienta a prática classificatória e a emancipação social.
(B) o acompanhamento sistemático da progressão e aquisições a partir de uma visão conteudista.
(C) o acompanhamento por meio de uma pedagogia diferenciada e de avaliação mediadora.
(D) a objetividade e precisão dos conteúdos escolares por meio de avaliação contínua e quantitativa.
(E) a implantação de avaliação mediadora baseada em intervenções frontais que resgatam a homogeneidade de comportamentos e de conteúdos.
 
15 -  O regime de progressão continuada permite ao educando que apresenta dificuldades de aprendizagem não aumentar sua frustração com a experiência de sucessivas reprovações. Este regime foi preconizado pela LDB 9.394/96 e foi instituído no Estado de São Paulo pela Deliberação CEE no 9/97. Baseando-se nestes dois referenciais legais, assinale a opção que apresenta dados corretos sobre a organização do regime de progressão continuada no Estado de São Paulo. 

LDB 9.394/96
DELIBERAÇÃO CEE no 9/97
(A) - Mecanismos de avaliação instituciona interna e externa devem ser assegurados
A avaliação do processo de ensino-aprendizagem deve ser objeto de recuperação ao final do ano letivo
(B) - A progressão continuada não deve causar prejuízo da avaliação do processo de ensino-aprendizagem
O projeto educacional deverá especificar mecanismos que assegurem articulação com a família no acompanhamento do aluno.
(C) - O desdobramento do ensino fundamental em ciclos é facultado aos sistemas de ensino
As escolas poderão desenvolver projetos especiais abrangendo atividades de orientação de estudos
(D) - A educação básica poderá se organizar de forma flexível, sempre que o processo de aprendizagem assim o recomendar
Estabelecimentos que utilizam progressão por série podem adotar a progressão continuada no âmbito do ensino fundamental
(E) - As atividades de reforço e recuperação de alunos com dificuldades de aprendizagem devem ser garantidas
A progressão parcial de estudos é prevista, além da progressão continuada.

 

16 - A estruturação do ensino em ciclos em progressão continuada promove o desenvolvimento do aluno para que adquira os domínios básicos dos conhecimentos culturais, em ritmos próprios, com valorização das conquistas de cada um. A progressão continuada prevê, respectivamente, como estratégias pedagógicas e como aspectos organizacionais:

(A) socialização de conhecimentos pelos alunos e adoção de critérios de montagem de turmas por desempenho.
(B) exposição sistemática dos conteúdos escolares para toda a turma e reclassificação meritória.
(C) monitoria de grupos pelos alunos e horário reduzido de aulas para turnos diurno e noturno.
(D) trabalhos com pequenos grupos com temáticas diferenciadas pelo grau de conhecimentos e controle de freqüência.
(E) trabalho com pequenos grupos e reorganização nos horários e nos tempos escolares.

 
17 -  Marta é uma das representantes dos pais dos alunos no colegiado da escola. Ela tem consciência de que, para o real exercício de sua representatividade, o papel dos pais de alunos nesta instância decisória é de: 

(A) colaborar com a equipe de profissionais da escola, no sentido de avalizar soluções tomadas para os problemas.
(B) opinar democraticamente quando solicitados a contribuir nas reflexões a respeito de aplicação de verbas públicas.
(C) definir entre si os rumos institucionais, garantidos pelo direito de ação gestora conferido pela LDB 9.394/96.
(D) exercer o poder participativo diante das orientações de ações pedagógicas e administrativas da escola.
(E) acompanhar o processo de aprendizagem dos alunos para oferecer um reforço escolar adequado no ambiente doméstico.

 
18 -  A organização do trabalho escolar em ciclos está associada à progressão continuada e ao questionamento à cultura da repetência. O propósito de impulsionar os processos de mudança e de reorganização do ensino em ciclos considera os processos de avaliação capazes de:

(A) eliminar a repetência e favorecer a democratização do ensino e, ainda, economizar gastos com material didático.
(B) promover automaticamente o aluno, evidenciando uma organização flexível e de acesso mais imediato ao mercado de trabalho.
(C) superar a cultura da multirrepetência, fruto de um atraso social e de uma naturalização das diferenças culturais.
(D) prosseguir continuamente como uma regulamentação do fluxo e da reprogramação do trabalho, essencialmente no regime seriado.
(E) avançar em relação às situações de classificação e de discriminação, comprometendo-se com um modelo de avaliação de caráter processual.

 
19. O projeto da escola

(A) é concebido e elaborado por toda a equipe de educadores da escola, sob a coordenação do diretor e em colaboração com todos os agentes envolvidos na vida e no funcionamento escolar, tendo em vista a solução de todos os problemas da escola, a curto prazo.
(B) está centrado nos alunos, visando a melhoria do seu processo ensino-aprendizagem e de seus resultados, de modo que os alunos não só permaneçam na escola, mas aprendam, prevendo para isso, essencialmente, um conjunto de aulas de recuperação e reforço.
(C) favorece a criação de atividades de estudo e reflexão para a equipe de educadores, fortalecendo a escola enquanto instância de formação em serviço, com periódica prestação de contas, aos órgãos competentes.
(D) considera os alunos em seu contexto real de vida. Por essa razão busca fortalecer as relações da escola com as famílias e articular as atividades escolares ao contexto da realidade local.
(E) interfere na organização geral do currículo, na organização do tempo e do espaço escolar, uma vez que para alterar a qualidade do trabalho pedagógico, prevê um compêndio de atividades extra- curriculares.

 
20. De acordo com o artigo 205 da Constituição Federal, as três finalidades da Educação são: o pleno desenvolvimento da pessoa, o seu preparo para o exercício da cidadania e a sua (A) liberdade de aprender, ensinar e pesquisar.

(B) formação intelectual, física e religiosa.
(C) qualificação para o trabalho.
(D) garantia ao direito a padrões de qualidade.
(E) promoção física e intelectual.

 
21. A Educação Básica, nos termos do artigo 21 da LDB, é formada

(A) pela educação infantil, ensino fundamental e ensino médio.
(B) pela educação infantil e ensino fundamental apenas.
(C) pelo ensino fundamental e ensino médio apenas.
(D) pela educação infantil apenas.
(E) pelo ensino fundamental apenas.

 
22. Assegurar o cumprimento dos dias letivos e horas-aula estabelecidas e prover meios para a recuperação dos alunos de menor rendimento, nos termos do art. 12 da LDB, são atribuições

(A) dos docentes.
(B) dos municípios.
(C) da comunidade.
(D) dos estabelecimentos de ensino.
(E) das instituições auxiliares da escola.
 
23. A professora Marli, que estava respondendo pela direção da escola, convencida da importância da teoria construtivista na prática escolar, determinou que todos os professores deveriam adotá-la em sala de aula...
A decisão da diretora a que o texto se refere

(A) fere o princípio do pluralismo de idéias e de concepções pedagógicas.
(B) contribui para o desenvolvimento de um ensino com padrão de qualidade.
(C) identifica uma prática comprometida com a gestão democrática do ensino.
(D) garante a igualdade de condições para o acesso e permanência na escola.
(E) amplia a liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar o pensamento.


Atenção: Considere o texto abaixo para responder às questões de números 24 a 25.
Amadeu era um aluno complicado. Esmirrado e problemático. Vivia faltando às aulas e quando comparecia era sempre encaminhado para a diretoria por indisciplina. Já havia ultrapassado 50% de ausência. Estava na quarta série e já deveria estar na sexta. Célia, sua professora, andava muito preocupada e sempre tentava aproximar-se dele para tentar convencê-lo a comparecer às aulas e permanecer na escola. Um dia destes Amadeu chegou mais cedo do que de costume.Todos ficaram assustados quando perceberam que estava com o rosto inchado, cheio de hematomas e com uma expressão de desamparo. Apanhou do pai, cochichou para a professora um colega de classe. Célia não teve dúvida. Conversou com a direção da escola, convencida de que estavam esgotados os recursos escolares para solucionar o problema, e propôs que o caso fosse encaminhado às autoridades competentes...

24. O encaminhamento a que o texto se refere está amparado pelo

(A) Código de Defesa Civil.
(B) Código de Processo Civil.
(C) Estatuto dos Funcionários Públicos do Estado de São Paulo.
(D) Estatuto da Criança e do Adolescente.
(E) Regimento Comum das Escolas Estaduais.

 
25. O órgão que deve ser comunicado sobre o caso a que o texto se refere é

(A) a Secretaria de Justiça.
(B) o Tribunal de Justiça.
(C) o Juizado de Menores.
(D) a Delegacia de Polícia.
(E) o Conselho Tutelar.

 
26. Considere os itens abaixo.
I. Participação dos profissionais da escola na elaboração da proposta pedagógica.
II. Participação dos diferentes segmentos da comunidade escolar, direção, professores, pais, alunos e funcionários  nos processos consultivos e decisórios, através do conselho de escola e associação de pais e mestres.
III. Transparência nos procedimentos pedagógicos, administrativos e financeiros, garantindo-se a responsabilidade e o zelo comum na manutenção e otimização do uso, aplicação e distribuição adequada dos recursos públicos.
Uma gestão escolar baseada nos princípios a que os itens se referem caracteriza-se como

(A) tradicional.
(B) libertadora.
(C) progressista.
(D) democrática.
(E) conservadora.


Atenção: Considere o texto abaixo para responder às questões de números 27 e 28.

A educação básica poderá organizar-se em séries anuais, períodos semestrais, ciclos, alternância regular de períodos de estudos, grupos não-seriados, com base na idade, na competência e em outros critérios, ou por forma diversa de organização, sempre que o interesse do processo de aprendizagem assim o recomendar. (Art. 23 – Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional).

27. O artigo da Lei a que o texto se refere identifica o princípio da

(A) burocratização.
(B) flexibilidade.
(C) centralização.
(D) autonomia.
(E) legalidade.

 
28. No sistema de ensino do Estado de São Paulo a concretização de uma das alternativas de organização do ensino, a que o texto se refere, pode ser identificada

(A) na progressão continuada.
(B) no currículo modularizado.
(C) na educação profissional.
(D) na progressão parcial.
(E) no ensino técnico.

 
29. No início do ano letivo, em determinada escola da rede estadual de ensino, professores da oitava série impediram que dois alunos assistissem às aulas em função de terem esquecido de trazer os livros didáticos. Justificaram a atitude  afirmando que haviam avisado com bastante antecedência que nenhum aluno poderia assistir às aulas sem os livros, uma vez que eles eram essenciais para a aprendizagem.
De acordo com a Lei Complementar no 444/85, que dispõe sobre o Estatuto do Magistério Paulista, a situação descrita no texto

(A) constitui falta grave pois os professores não podem impedir que os alunos participem das atividades escolares em razão de qualquer carência material.
(B) é justificável do ponto de vista pedagógico, uma vez que os professores estão preocupados com a qualidade do ensino.
(C) identifica o compromisso dos professores com a educação pois a atitude tomada contribui para o desenvolvimento da responsabilidade.
(D) revela uma atitude coerente com o preceito de que os professores podem fazer solicitações aos alunos visando a melhor forma de ensinar.
(E) permite punir os alunos que comparecem à escola sem o material didático solicitado pelos professores.

 
30. Na festa junina realizada este ano conseguimos arrecadar uma quantia em dinheiro significativa para a escola, afirmou a Diretora, em reunião na sala dos professores.
_ Vamos aplicar tudo na fanfarra da escola, defendeu o professor de educação artística.
_ Calma, disse a Diretora. É preciso, primeiro, discutir as nossas prioridades.
A instituição competente para discutir e deliberar sobre a aplicação do dinheiro a que o texto se refere, nas escolas públicas estaduais, é

(A) a Associação de Amigos do Bairro.
(B) a Associação de Pais e Mestres.
(C) o Conselho de Escola.
(D) o Conselho de Classe.
(E) o Grêmio Estudantil.

 

31. O Diretor da Escola estava insatisfeito com o trabalho da Tânia, zeladora da escola. Havia muita interferência da família no seu trabalho. Muitas vezes o marido reclamava que a jornada de trabalho dela era dupla uma vez que, além de zeladora, era funcionária da escola. Às vezes o fechamento da escola tinha que ser feito pela direção porque o marido impedia a esposa de fazê-lo, alegando que depois das 23 h não tinha cabimento que ela ainda fosse trabalhar. Como faltava um ano para completar o prazo de avaliação, o Diretor resolveu tomar as providências cabíveis.
Para solucionar o caso a que o texto se refere o Diretor de Escola

(A) encaminhou solicitação à Diretoria de Ensino para substituir a atual zeladora.
(B) convocou o Conselho de Escola para avaliar a atuação da ocupante da zeladoria.
(C) instalou processo administrativo para apurar responsabilidades da zeladora.
(D) protocolou, na Coordenadoria de Ensino, pedido de instalação de inquérito.
(E) constituiu comissão especial de sindicância para avaliar a negligência.

 
32. Considere os itens abaixo.
I. Cada escola deverá se organizar de forma a oferecer, no ensino fundamental e médio, carga horária mínima de 800 (oitocentas) horas anuais ministradas em, no mínimo, 200 (duzentos) dias de efetivo trabalho escolar, respeitada a correspondência, quando for adotada a organização semestral.
II. Consideram-se de efetivo trabalho escolar, os dias em que forem desenvolvidas atividades regulares de aula ou outras programações didático-pedagógicas, planejadas pela escola, desde que contem com a presença de professores e a freqüência controlada dos alunos.
III. Para cumprimento da carga horária prevista em lei, o tempo de intervalo entre uma aula e outra, assim como o destinado ao recreio, serão considerados como atividades escolares e computados na carga horária diária da classe ou, proporcionalmente, na duração da aula de cada disciplina.
É correto o que está afirmado em

(A) I, II e III.
(B) apenas II e III.
(C) apenas I e III.
(D) apenas II.
(E) apenas I.
 
33. A organização do ensino em ciclos:

(A) exige determinações oficiais superiores que a garantam na escola, independentemente das circunstâncias adversas de trabalho dos profissionais da Educação.
(B) não foi adotada antes da Lei 9394/96, porque não havia respaldo legal para romper com a seriação.
(C) requer o uso de instrumentos quantitativos para medir o conhecimento dos alunos.
(D) provoca uma re-significação do processo avaliativo, tornando-a uma prática que contribui para a apropriação e construção do conhecimento pelo aluno.
(E) estimula de imediato o descompromisso com o processo de aprendizagem, o que vai sendo superado com o decorrer do tempo.  


34. A prática avaliativa, nas escolas brasileiras,

(A) valoriza, com a nova LDB/96, o desenvolvimento e a experiência do aluno, permitindo sua progressão e classificação, independentemente da escolaridade anterior.
(B) distancia-se de práticas tradicionais classificatórias, nas escolas públicas e particulares.
(C) está garantindo uma queda nos índices de repetência dos alunos, em virtude da grande autonomia das escolas.
(D ) é voltada, hoje, para o aluno e para o sistema de ensino, embora sem articulação e continuidade.
(E) não é contínua, nem cumulativa, de acordo com o disposto nos Parâmetros Curriculares Nacionais.

 
35. A expedição dos históricos escolares, declarações de conclusão de série e diplomas ou certificados de conclusão de cursos é de responsabilidade:

(A) da Diretoria Regional de Ensino.
(B) do Conselho Estadual de Educação.
(C) do Ministério da Educação.
(D) do Conselho Tutelar.
(E) da Escola.
 
36. Considere as seguintes afirmações:
I - Oferecer a Educação Infantil em creches e pré-escolas e, com prioridade, o Ensino Fundamental.
II - Elaborar e executar políticas e planos educacionais, em consonância com as diretrizes e planos
nacionais de educação, integrando e coordenando as suas ações e as dos seus municípios.
III - Assegurar o Ensino Fundamental e oferecer, com prioridade, o Ensino Médio.
IV - Baixar normas gerais sobre os cursos de graduação e de pós-graduação.
São de responsabilidade dos Estados, apenas:

(A) I e II.
(B) III e IV.
(C) I, II e III.
(D) II e III.
(E) I e IV.

 
37. Analistas e estudiosos da LDB/96 têm apontado como seu atributo mais significativo ser:

(A) pouco adequada à realidade brasileira.
(B) flexível, permitindo maior liberdade aos sistemas estaduais, municipais e às escolas.
(C) muito diretiva e detalhista.
(D) muito conservadora, tolhendo desse modo, iniciativas inovadoras.
(E) muito elitista.

 
38. A participação favorecida por uma gestão colegiada na escola contribui primordialmente para:

(A) garantir o comparecimento dos pais às reuniões para serem inteirados sobre os assuntos da escola.
(B) colocar pais e professores frente a frente para que estes sejam alertados por aqueles sobre suas falhas e responsabilidades.
(C) desenvolver o aprendizado político, ampliar a qualidade da participação e estimular o exercício de cidadania.
(D) evidenciar os conflitos para o diretor, comuns ao cotidiano escolar, entre pais e professores, professores e alunos, pais e filhos, professores, pais e funcionários.
(E) permitir o contato de todos, o estreitamento das relações humanas e a percepção de que há outras instâncias educativas além da escola.

 
39. De acordo com a LDB/96, não é uma das finalidades da educação básica:

(A) o pleno desenvolvimento do educando.
(B) o preparo para o exercício da cidadania.
(C) fornecer meios para que o estudante possa prosseguir nos estudos.
(D) qualificar para o trabalho.
(E) propiciar uma educação voltada à formação de uma elite intelectual.

 
40. Assinale a afirmativa errada
De acordo com a LDB/96, ao professor compete:

(A) colaborar com as atividades de articulação da escola com as famílias e a comunidade.
(B) ministrar os dias letivos e as horas-aula estabelecidos na legislação de ensino.
(C) zelar pela aprendizagem dos alunos.
(D) estabelecer estratégias de recuperação para os alunos de menor rendimento escolar.
(E) elaborar a proposta pedagógica da escola.

 
41. Em relação ao regime da progressão continuada e nos termos da Del. CEE nº 09/97, é errado afirmar que:

(A) deve-se garantir a avaliação do processo ensino-aprendizagem.
(B) a recuperação deve ser contínua e paralela ao processo ensino-aprendizagem.
(C) deve-se assegurar avaliação institucional interna e externa.
(D) obrigatoriamente, a escola deve adotar pelo menos dois ciclos de estudos.
(E) devem ser adotados mecanismos que assegurem contínua melhoria do ensino.

 
42. Com base no que preconiza a L.D.B., uma escola de educação infantil elaborou as incumbências dos docentes expressas no Regimento Escolar. Assinale a opção que apresenta dados corretos acerca desse tema.

I. Assegurar o cumprimento dos dias letivos e horas-aula estabelecidas.
II. Participar da elaboração da proposta pedagógica da instituição.
III. Zelar pela aprendizagem dos alunos.
IV. Acompanhar os alunos em todas as atividades sejam elas escolares ou extra-classe, planejadas  e previstas ou inusitadas,  não podendo recusar-se a fazê-lo.  
A partir do enunciado, está correto o contido em

(A) II e III apenas.
(B) I, II e III apenas.
(C) II, III e IV apenas.
(D) I e III apenas.
(E) todas as proposições.

 
43. O que é um projeto político pedagógico? Como reelaborá-lo? São questões presentes entre os educadores recém-ingressantes na Escola Alfa. A coordenação pedagógica clareou dizendo que numa proposta pedagógica

(A) primordiais são os recursos humanos. Profissionais concursados e bem formados já garantem um bom trabalho, um bom projeto pedagógico.
(B) não se pode pensar em projeto pedagógico sem pensar em recursos financeiros. Os recursos financeiros constituem-se no aspecto primordial de um projeto. A direção deve instituir mecanismos que viabilizem o seu financiamento.
(C) o trabalho coletivo é o ponto de partida e o ponto de chegada de um projeto político pedagógico. Resgatar as histórias das pessoas, das propostas, dos projetos é um processo de construção e apropriação cultural.
(D) decidir onde o projeto irá focar, se no cuidar ou no educar. A especificidade e característica do projeto político pedagógico de uma instituição se inicia por aí.
(E) a divisão de tarefas constitui a base de um projeto. Cada funcionário cumprindo o seu papel. Por exemplo, ao diretor cabe as decisões, aos docentes cabe ministrar as aulas, aos agentes de apoio a limpeza e conservação, etc.

 
44.  F. é um garoto de cinco anos que frequenta a pré-escola. Por distração da mãe, na última semana, compareceu à escola calçando pares de tênis diferentes sendo um na cor azul e outro na cor branca. Ao encontrar-se com os colegas, rapidamente os mesmos perceberam o fato e passaram a zombar dele, dando muitas risadas e vários garotos, inclusive, trouxeram alunos de outras turmas que tomaram lugar na zombaria que praticamente perdurou durante todo o dia letivo.
 A professora de F. considerou o fato muito engraçado e  tomou parte da “brincadeira” , chegando a dizer que graças a seu aluno, o bom-humor tinha voltado àquele ambiente. No dia seguinte, o pai de F. telefonou para a professora informando que o filho estava se recusando a frequentar às aulas novamente.

 Segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente, a professora

(A) agiu bem porque aproveitou o fato para proporcionar divertimento às crianças. 
(B) cometeu uma ofensa ao menino porque achou o fato engraçado.
(C) submeteu uma criança sob sua autoridade a vexame e constrangimento, caracterizando uma atitude criminosa.
(D) deveria punir F. porque foi para escola sem o devido uniforme.
(E) poderia punir ou proteger à criança, tendo o direito de agir de acordo com os próprios princípios éticos.
 
45.  O Art. 13 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional discorre sobre as incumbências do Corpo Docente. Algumas destas atividades encontram-se relacionadas nas alternativas abaixo, com exceção de 

(A) participar da elaboração da proposta pedagógica do estabelecimento de ensino.
(B) elaborar e cumprir plano de trabalho, segundo a proposta pedagógica do estabelecimento de ensino.
(C) auxiliar a direção da escola na administração de verbas destinadas à compra de material pedagógico.
(D) zelar pela aprendizagem dos alunos.
(E) estabelecer estratégias de recuperação para os alunos de menor rendimento.

 
46 . O Artigo 206 da Constituição Federal estabelece os princípios que regem o ensino no Brasil, entre outros estabelece que a gestão do ensino público será  

(A) oligárquica, havendo a preponderância da equipe técnico-administrativa das unidades, na forma da lei.
(B) democrática; nas instituições educacionais foram sendo constituindo colegiados, de caráter deliberativo e/ou consultivo, representativos da comunidade escolar.  
(C) técnico-burocrática, garantindo a constituição de uma equipe gestora que associe competência técnica e compromisso político. 
(D) contigencial, pode ou não suceder a reunião dos colegiados, pois a proposição democrática só existe se for vivenciada  e não pela razão ou corpo legal.
(E) democrática de participação direta, pois nas instituições foram criados fóruns permanentes para debater e deliberar sobre a política educacional a ser adotada.

 

47. A LDB, Lei n.° 9.394 de 20/12/1996 estabeleceu como incumbência dos estabelecimentos de Ensino, respeitadas as normas comuns e as do seu sistema de ensino, elaborar e executar sua proposta pedagógica. O projeto pedagógico é a própria organização do trabalho da escola respaldado em sua trajetória de experiências e fruto de uma reflexão sobre suas diversas ações.
Assinale a alternativa que expressa  de maneira correta a participação dos professores neste processo.  O professor
 
(A) participa neste processo de planejamento elaborando seus planos de ensino e as atividades diversas que envolvem suas turmas. 
(B) participa da discussão e da reflexão sobre o rumo, a direção  das questões que perpassam o dia-a-dia da escola e não participa do processo de decisão.
(C) entendendo o Projeto Pedagógico como o modo de exercer a autonomia  e um momento de definição dos rumos da organização do trabalho pedagógico participa de sua elaboração e execução. 
(D) participa para conhecer a filosofia institucional pois é o projeto pedagógico que a viabiliza.  
(E) toma conhecimento das concepções de ensino contidas no projeto de escola para poder
adequar seu plano de ensino ao definido. Também preenche planilhas que fazem parte do documento. 

48. A Lei de Diretrizes e Bases na Educação Nacional declara, em seu art. 1o, que "a educação abrange os processos formativos que se desenvolvem na vida familiar, na convivência humana, no trabalho, nas instituições de ensino e pesquisa, nos movimentos sociais e organizações da sociedade civil e nas manifestações culturais." No que concerne à educação escolar, segundo a mesma lei, ela deverá vincular-se

(A) ao mundo do trabalho e à prática social. 
(B) ao acesso ao ensino superior e, conseqüentemente, aos exames vestibulares.
(C) à habilitação profissional, em todos os níveis de ensino.
(D) à habilitação profissional, em todos os níveis de ensino, excetuada a educação infantil.
(E) à habilitação profissional para aqueles alunos que não terão condições de cursar a escola média.

 
49. Um dos critérios que, nos termos da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (lei 9.394/96), devem nortear a verificação do aproveitamento escolar, está corretamente enunciado em:

(A) Avaliação contínua e cumulativa do desempenho do aluno, com predominância dos aspectos quantitativos sobre os qualitativos e das provas finais, quando as houver, sobre os resultados ao longo do período.
(B) Avaliação contínua e cumulativa do desempenho do aluno quando se tratar de estabelecer a possibilidade ou não de aceleração dos estudos e descontínua e cumulativa para as demais finalidades.
(C) Aproveitamento de estudos concluídos com êxito nas séries anteriores, quando os resultados obtidos na série em curso não forem suficientes para a promoção para a série subseqüente.
(D)Avaliação contínua e cumulativa do desempenho do aluno, com prevalência dos aspectos qualitativos sobre os quantitativos e dos resultados ao longo do período sobre os de eventuais provas finais.
(E) Avaliação contínua e cumulativa do desempenho do aluno, ou seja, uma sistemática soma de pontos ao longo de todo o ano, resultando na aprovação dos que tiverem obtido um total igual ou superior a cinqüenta pontos.


50. Considere os quatro objetivos abaixo:
• eliminar a centralização autoritária;
• diminuir a divisão do trabalho que distancia segmentos sociais;
• eliminar o binômio dirigentes e dirigidos;
• garantir a participação consciente de todos na tomada das decisões que afetam a eles e ao projeto comum.
Esse conjunto articulado de objetivos caracteriza

(A) um programa partidário de esquerda.
(B) uma gestão democrática e participativa.
(C) uma gestão por objetivos.
(D) uma proposta utópica de gestão.
(E) uma agenda neoliberal.

 

51. Considere os seguintes itens:
I. “... é mais estável e menos sujeito a mudanças ...”
II. “... é mais dinâmico e mais flexível ...”
Os itens I e II identificam, respectivamente, o

(A) plano de curso e o plano diretor.
(B) plano diretor e o plano de aula.
(C) plano escolar e o projeto pedagógico.
(D) projeto pedagógico e o regimento.
(E) regimento e o plano escolar.

 
52. “O que Sérgio da Costa Ribeiro denominou, com muita propriedade, ‘pedagogia da repetência’ não é compatível com a almejada democratização e universalização do ensino fundamental. É preciso erradicar de vez essa perversa distorção da educação brasileira, ou seja, é preciso substituir uma concepção de avaliação punitiva e excludente por uma concepção de avaliação de progresso e de desenvolvimento da aprendizagem.” No sistema de ensino do Estado de São Paulo, uma das medidas adotadas pela Secretaria de Educação para corrigir a distorção a que o texto se refere foi a instituição

(A) do ciclo básico e da jornada única nas duas séries iniciais do ensino fundamental e da matrícula por dependência a partir da sétima série.
(B) do regime de progressão continuada organizado em dois ciclos: o primeiro correspondente às quatro primeiras séries e o segundo, às quatro últimas séries do ensino fundamental.
(C) de dois níveis no ensino fundamental: o primeiro, correspondente à primeira e segunda séries, e o segundo, à terceira e quarta.
(D) de três ciclos: o primeiro, correspondente às três primeiras séries, o segundo, correspondendo à quarta, quinta e sexta séries e o terceiro, abrangendo a sétima e oitava séries do ensino fundamental.
(E) de dois níveis: o primeiro, correspondente aos anos pré-escolares, e o segundo, abrangendo as oito séries do ensino fundamental.

 
53. Uma das principais características da atual Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, em relação à organização escolar, é o seu caráter

(A) flexível.
(B) diretivo.
(C) seletivo.
(D) libertário.
(E) conservador.

 
54. Em relação ao processo de ensino-aprendizagem das crianças e dos adolescentes, a Lei nº 8069/90 (ECA), garante aos pais ou responsáveis dos alunos o direito de

(A) escolha dos livros que serão adotados pela escola.
(B) Ter informações sobre os resultados do processo pedagógico de seus filhos.
(C) Ter ciência do processo pedagógico, bem como participar da definição das propostas educacionais.
(D) Participar da elaboração do projeto político-pedagógico em reuniões pedagógicas das professores e diretores.
(E) Participar do processo de formação permanente dos professores para aprenderem a preparar um projeto pedagógico.

 
55. Para que se possa trabalhar na direção de repensar ¨saberes fechados¨, incorporando outros saberes, o projeto político-pedagógico de uma escola pode encontrar respaldo legal na LDB ( Lei 9393/96) quando esta determina, para a organização curricular do ensino fundamental e médio, uma base nacional

(A) comum e uma parte diversificada exigida pelas características regionais e locais da sociedade, da cultura, da economia e da clientela.
(B) e uma parte diversificada voltada aos estudos da língua portuguesa e da matemática, o conhecimento do mundo físico, natural e social.
(C) que compreende os estudos da língua portuguesa e da matemática, o conhecimento do mundo físico e natural e da realidade social e política, especialmente o Brasil.
(D) diversificada de acordo com a realidade da escola, atendendo ao princípio de ¨pluralismo de idéias e concepções pedagógicas¨.
(E) comum voltada ao estudo da língua portuguesa e da matemática e uma parte diversificada, voltada ao conhecimento do mundo físico, natural e da realidade brasileira.

 
56 Em relação aos temas transversais da pluralidade cultural e da orientação sexual, os Parâmetros Curriculares Nacionais  - MEC recomendam que

(A) os professore ensinem aos alunos as características da democracia racial brasileira.
(B) os ensino religioso nas escolas de 1ª a 4ª séries deve ser ministrado a todos os alunos para se prevenir a ausência de valores espirituais em sua formação.
(C) os professores pratiquem o desvelamento das discriminações (por exemplo, quando uma criança ofende outra)
(D) se expliquem as diferenças de comportamento de homens e mulheres a partir das diferenças biológicas entre eles.
(E) O professor, enquanto responsável pela condução da reflexão autônoma dos alunos, tenha uma isenção absoluta no tratamento das questões ligadas à sexualidade.

 
57 Considere as opções a seguir:
I – fixação, em lei, da obrigação moral de os pais contribuírem financeiramente para as APMs das
escolas;
II – adoção oficial do construtivismo como linha pedagógica das escolas públicas de 1ª a 4ª séries;
III – garantia de vagas nas escolas públicas apenas aos alunos efetivamente freqüentes no ano anterior;
IV – possibilidade de ingresso na carreira do magistério exclusivamente por concurso de provas e títulos.
Constitui afirmação prática dos princípios do ensino, estabelecidos na Constituição Federal, apenas o contido em:

(A) II
(B) IV
(C) I e II
(D) II e III
(E) III e IV

 
58. O ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente estabelece entre outras coisas, que

(A) os casos de suspeita de maus tratos serão obrigatoriamente comunicados ao Conselho Tutelar.
(B) os casos comprovados de maus tratos serão comunicados ao Conselho Tutelar após esgotarem-se os recursos intra-escolares.
(C) o adolescente tem direito a ir, vir e estar nos logradouros, sem qualquer restrição legal.
(D) o pátrio poder será exercido preferencialmente pelo pai, mas com a consulta obrigatória à mãe da criança.
(E) a requisição de serviços de educação pode ser feita pela autoridade judiciária, mas não pelo Conselho Tutelar.

 
59. Entre as atribuições dos estabelecimentos de ensino incluem-se as seguintes:

I – elaborar e executar sua proposta pedagógica e assegurar o cumprimento dos dias letivos e horas-aulas estabelecidos;
II – administrar seu pessoal e seus recursos materiais e financeiros;
III – velar pelo plano de trabalho de cada docente;
IV – prover meios para recuperação dos alunos de menor rendimento;
V – informar os pais e responsáveis sobre a freqüência e o rendimento dos alunos, bem como sobre a execução de sua proposta pedagógica.
Estão corretas:

(A) I e II, apenas
(B) II  e III, apenas
(C) I, II e III, apenas
(D) II, III e IV, apenas.
(E) I, II, III, IV e V.


60. Para uma escola que pretenda construir sua identidade, mobilizar pessoas em torno de uma causa comum, gerando parcerias e solidariedade, e construir sua autonomia, é fundamental:

(A) fazer muitas reuniões com seus professores, funcionários e comunidade, para discutirem os problemas mais graves da escola.
(B) organizar, com a participação dos pais, encontros em datas festivas, comemorações de datas cívicas e excursões periódicas para os seus alunos, avaliando todas essas ações.
(C) construir coletivamente o seu próprio projeto pedagógico, abrindo espaço à participação e ao compartilhamento de responsabilidades, com base num referencial assumido pelo grupo.
(D) organizar a escola de modo a que seus registros internos e arquivos estejam sempre em ordem, para obter o respeito das autoridades e não causar insegurança aos pais.
(E) construir, com  a ajuda dos alunos, movimentos de mobilização da comunidade, para obter a ajuda material e financeira, se necessárias, para a manutenção da escola.

 

61. Segundo a Lei 9394 de 20-Dez-96, fica estabelecido que a verificação do rendimento escolar observará

(A) a avaliação contínua e cumulativa com prevalência dos aspectos qualitativos sobre os quantitativos.
(B) a impossibilidade de aceleração de estudos para alunos com atraso escolar.
(C) a obrigatoriedade dos estudos de recuperação no ano subseqüente ao dos referidos estudos.
(D) a possibilidade da avaliação ser baseada em momentos tópicos com provas conteudísticas e formais.
(E) a aceleração de estudos baseado nas condições sócio-econômicas do aluno e da disponibilidade de espaço físico na classe.

 
62. A implantação da progressão continuada no Ensino Fundamental não elimina a avaliação, mas dá novo significado à mesma. Qual é o caráter do novo processo avaliativo?

(A) Diagnose para encaminhamento para a recuperação extensiva, após o término  do ano letivo.
(B) Diagnose para encaminhamento para processos de recuperação paralela.
(C) Diagnose e classificação visando a um remanejamento de alunos para constituir as classes homogêneas.
(D) Classificação e formação visando ao desenvolvimento da recuperação contínua.
(E) Diagnose e formação visando ao  replanejamento do processo de ensino-aprendizagem.

 
63. O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA/1990) estabelece que se uma criança ou adolescente aparecer na escola com indícios de maus tratos, mantiver um elevado número de faltas injustificadas, se evadir da escola ou tiver várias repetências, esgotadas os recursos escolares é dever da direção de estabelecimento de ensino fundamental comunicar ao:

(A) Conselho Municipal da Criança e do Adolescente.
(B) Responsável e ao Juizado de Menores.
(C) Órgão da Secretaria de Educação a que a escola for subordinado.
(D) Conselho de Escola
(E) Conselho Tutelar.

 
64. Nos termos da LDB, um dos critérios para a verificação de rendimento escolar é o da avaliação:

(A) cumulativa, exigindo-se, pelo menos, dois instrumentos de avaliação, em cada um dos bimestres escolares. No caso da escola adotar o conceito de média final, as provas de recuperação substituirão as realizadas no período escolar regular.
(B) Diagnóstica, permitindo-se em cada período escolar, sejam utilizados diversos instrumentos de avaliação, e onde o desempenho do aluno possa ser traduzido em gráficos, viabilizando a percepção do seu rendimento escolar.
(C) Continua e cumulativa do desempenho do aluno, com prevalência dos aspectos qualitativos sobre os quantitativos e dos resultados ao longo do período sobre os de eventuais provas finais.
(D) Através de testes e medidas que possibilitem aos pais, aos professores e aos alunos, um acompanhamento do rendimento do conjunto-classe, e nela, a posição de cada aluno, em termos de êxito nos estudos.
(E) Através de testes de múltipla escolha, obedecidos os Parâmetros Curriculares Ncionais (PCNs) de modo a permitir comparações entre os testes realizados pela e escola e os realizados pelo Sistema Estadual (SARESP) e pelo Sistema Nacional (SAEB) de Avaliação do Rendimento Escolar.

 
65. Com relação à freqüência os alunos para aprovação,  Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB-Lei nº9394/96) dispõe que:

(A) é exigida freqüência de 75% do total de horas letivas.
(B) É exigida 50% de freqüência do total de horas letivas, se o rendimento do aluno(a) for considerado satisfatório nas disciplinas do núcleo comum.
(C) Será direito do estabelecimento decidir sobre o percentual de freqüência.
(D) Haverá diferenciação, para a escola localizada na zona urbana e para a localizada na zona rural.
(E) Não há exigência de freqüência mínima.
 
66. De acordo com a LDB, os sistemas de ensino definirão as normas de gestão democrática do ensino público na educação básica, de acordo com as suas peculiaridades e conforme os seguintes princípios:

(A) participação das comunidades escolar e local em conselhos escolares ou equivalentes de caráter deliberativo.
(B) Participação dos profissionais da educação, de pais e de alunos acima de 14 anos na elaboração do projeto pedagógico da escola e participação das comunidades escolar e local em conselhos escolares ou equivalentes.
(C) Participação dos profissionais da educação, de pais e de alunos acima de 14 anos na elaboração do projeto pedagógico da escola e nos conselhos de classe ou séries.
(D) Participação dos profissionais da educação na elaboração do projeto pedagógico da escola e participação das comunidades escolar e local em conselhos escolares ou equivalentes.
(E) Participação dos profissionais da educação em conselhos escolares ou equivalentes de caráter deliberativo e de pais e alunos nas Associações de Pais e Mestres.

 
67. Em relação à autonomia para a escola de educação básica, a LDB preconiza que:

(A) a formação comum indispensável para o exercício da cidadania deve presidir qualquer projeto de experimentação educacional, exigindo-se em conseqüência, o cumprimento dos conteúdos mínimos propostos nos PCNS.
(B) As unidades escolares deverão paulatinamente se co-responsabilizarem pelo seu financiamento.
(C) Os sistemas de ensino assegurarão às unidades escolares públicas de educação básica, progressivos graus de autonomia pedagógica e administrativa e de gestão financeira, observadas as normas gerais de direito financeiro público.
(D) A União implementará  programas de descentralização financeira diretamente para as APMs, como forma de estimular progressivos graus de autonomia pedagógica e administrativa e de gestão financeira das unidades escolares.
(E) A autonomia se restringe aos aspectos administrativos e pedagógicos da escola, segundo orientação dos respectivos sistemas de ensino.

 
68. De acordo com o ECA/1990:

(A) o professor não pode ser responsabilizado por omissão, uma vez que cabe aos dirigentes escolares os encaminhamentos quando do descumprimento do ECA.
(B) Cabe à escola propiciar condições para que as famílias e os alunos participem da definição das propostas educacionais.
(C) O diretor da escola deve encaminhar denúncias ao Conselho Tutelar apenas nos casos de elevado número de faltas de crianças na idade de escolaridade obrigatória.
(D) É dever do Poder Público oferecer escolaridade apenas na idade de 7 a 14 anos.
(E) Institui os direitos das crianças e dos adolescentes e não há previsões de deveres para a escola.

 
69. Nos termos da LDB, é permitido aos sistemas:

(A) desdobrar o ensino fundamental em ciclos.
(B) Optar na definição curricular, pelo conhecimento do mundo físico ou natural no ensino fundamental.
(C) Organizar o Ensino Médio Regular com dois anos de duração.
(D) Ministrar o ensino em língua portuguesa.
(E) Utilizar-se do ensino à  distância como forma preferencial de aprendizagem, no ensino fundamental.


70. Tendo em vista a legislação em vigor, o calendário escolar no ensino fundamental deve ser organizado considerando:

(A) as peculiaridades regionais e locais, inclusive as climáticas e econômicas, podendo-se reduzir o número de horas letivas previsto na LDB, desde que devidamente justificado.
(B) O mínimo de 120 dias letivos e de 400 horas semestrais de efetivo trabalho escolar.
(C) O máximo de 200 dias letivos e de 800 horas de efetivo trabalho escolar distribuídas em dois semestres e incluindo o tempo reservado aos exames finais.
(D) O mínimo de 800 horas distribuídas em, no mínimo, 200 dias de efetivo trabalho escolar, excluído o tempo reservado aos exames finais.
(E) O máximo de 800 horas distribuídas em 120 dias de efetivo trabalho escolar, excluído o tempo reservado aos exames finais.

 

71. Pensar na construção, elaboração de um Projeto Político Pedagógico para uma respectiva unidade escolar, é pensar que o mesmo será constituído através de relações democráticas, respeitando as diversidades de toda a comunidade escolar envolvida. Tendo a proposta educativa características diversas, quanto a concepção de homem, modelo de sociedade, tendência e concepção pedagógica, entre outras, é correto afirmar:

I. O projeto político está em permanente (re)construção.
II. O projeto político pedagógico é o eixo estruturante e integrador de toda a atividade pedagógica escolar.
III. O projeto político pedagógico não precisa ter pertinência histórica, nem contextualização social, pois é uma reivindicação educacional muito recente.

Estão corretas as assertivas:

(A) Somente I e III estão corretas.
(B) Nenhuma das assertivas está correta.
(C) Somente I e II estão corretas.

72. Prescrita na Lei 9394/96 – Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, a Educação Básica, será organizada no nível fundamental, com  as seguintes regras:

I. Classificação em qualquer série ou etapa, exceto a primeira do ensino fundamental pode ser feita por promoção, por transferência.
II. A carga horária mínima anual será de oitocentas horas, distribuídas por um máximo de 200 dias de efetivo exercício, excluído o tempo reservado aos exames finais.
III. Poderão organizar-se classes, ou turmas, com alunos de séries distintas, com níveis equivalentes de adiantamento na matéria para o ensino de línguas estrangeiras, artes ou outros componentes curriculares.

Estão corretas as assertivas:

(A) Somente a assertiva I está correta
(B) Somente a assertiva III está correta.
(C) Somente I e II estão corretas.
(D) Somente I e III estão corretas.

 
73.  Segundo a LDB, o regime de progressão continuada nas escolas é:

(A) obrigatório em todas as redes de ensino.
(B) obrigatório na educação mantida pelos estados.
(C) optativo, desde que os sistemas assim o definam.
(D) optativo, de acordo com a definição dos estabelecimentos escolares.
(E) obrigatório nos sistemas oficiais e optativo no sistema particular de ensino.

 
74. O Projeto Pedagógico, segundo a LDB, deve ser definido, com autonomia

(A) pelas Secretarias de Educação para os estabelecimentos de ensino do país.
(B) pelos estabelecimentos de ensino, independentemente das regras dos sistemas de ensino.
(C) pelos estabelecimentos de ensino, de acordo com as regras dos sistemas de ensino.
(D) pelos Conselhos Estaduais de Educação para os estabelecimentos oficiais.
(E) pelo Conselho Nacional de Educação para escolas públicas e particulares.

 
75. Considerando a importância que deve ser dada a professores e gestores da educação em nosso país, em nossos estados e nos municípios, a Secretaria Estadual de Educação de São Paulo busca apoiar gestores que cumpram as metas visando à melhoria e ao aprimoramento da qualidade do ensino público. Entre as iniciativas nessa direção cita-se a lei/ decreto/parecer/ portaria que

(A) institui Bonificação por resultados – BR, no âmbito da Secretaria da Educação, e dá providências correlatas.
(B) institui cargas horárias e obrigações contratuais para diretores e dá providências correlatas.
(C) institui os sistemas de avaliação para todo o Estado de São Paulo.
(D) dispõe sobre as jornadas de trabalho de docentes, pessoal de apoio e merendeiras do quadro permanente, e dá providências correlatas.
(E) dispõe sobre o vencimento, a remuneração ou o salário do servidor que deixar de comparecer ao expediente em função de consultas ou tratamento de saúde.

 
76. Em uma conversa entre docentes, foram ouvidas as seguintes proposições:

Carlos: No sistema de promoção para os integrantes do Quadro do Magistério da Secretaria de Educação, é preciso buscar aprovação em processo de avaliação teórica, prática ou teórica e prática.
Luisa: Essa promoção ocorre a cada dois anos, produzindo seus efeitos a partir do primeiro dia do mês de julho do ano em que ocorrer o processo de promoção, após a apuração da respectiva avaliação.
Ana: Para participar do processo de avaliação, é preciso estar classificado na unidade de ensino ou administrativa há pelo menos 80% do tempo fixado como interstício para a promoção, somando-se a pelo menos 80% do máximo de pontos possível na tabela de frequência.

De acordo com a Lei Complementar n° 1097/2009, que institui o sistema de promoção para os integrantes do Quadro do Magistério da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, está(ão) correta(s) a(s) proposição(ões) de

(A) Carlos, apenas.
(B) Luisa, apenas.
(C) Ana, apenas.
(D) Carlos e Ana, apenas.
(E) Carlos, Luisa e Ana.
 

77. Dentre as políticas de educação da SEE/SP está o SARESP, sistema de avaliação do rendimento escolar
de São Paulo. Nos moldes do SAEB, sem ser idêntico a este, o SARESP pretende:

(A) Substituir o SAEB no âmbito do Estado de São Paulo.
(B) Avaliar o rendimento escolar de alunos em todas séries do Ensino Fundamental.
(C) Coletar e sistematizar dados e produzir informações sobre o desempenho dos alunos.
(D) Avaliar as escolas que não foram sorteadas para a Prova Brasil.
(E) Servir de parâmetro para ingresso do aluno nas FATEC´s.

 
78. Ao organizar o Conselho de Classe e Série, a equipe técnico-pedagógica de uma escola consultou as
Normas Regimentais Básicas para as Escolas do Estado de São Paulo, constatando que este conselho

(A) é constituído pelos professores e conta com a participação de alunos de cada turma, independente da idade que possuam.
(B) delega atribuições a comissões e subcomissões, com a finalidade de dinamizar e facilitar sua atuação na avaliação escolar.
(C) está articulado ao núcleo de direção para o estabelecimento de propostas administrativas que promovam melhorias organizacionais.
(D) é um colegiado de natureza consultiva e deliberativa, formado por representantes de todos os segmentos da comunidade escolar.
(E) deve se reunir anualmente, após convocação do diretor, tendo em vista a promoção ou a retenção de alunos no mesmo ciclo ou série.

 
79. Segundo a LDB, a expedição de histórico escolar, declarações de conclusão de série e diplomas ou certificados de cursos da educação básica regular é de responsabilidade da (o):

(A) Diretoria de Ensino.
(B) Conselho Estadual de Educação.
(C) Ministério da Educação.
(D) Secretaria da Educação.
(E) Escola.

 
80. Cada aluno deve acompanhar o ritmo de aprendizagem da classe, construindo o conhecimento previsto para prosseguir sua vida escolar, quando isso não acontece a LDB garante ao aluno que a escola deve

(A) organizar o ensino em ciclos.
(B) reclassificar os alunos.
(C) velar pelo cumprimento do plano de trabalho do docente.
(D) organizar classes com alunos de séries distintas.
(E) organizar meios para a recuperação.

 

81. O papel dos resultados do SARESP é

(A) fornecer os resultados de desempenho dos alunos que contribuem para o cálculo do IDESP.
(B) participar do cálculo do IDEB junto com os demais sistemas de avaliação estaduais.
(C) reformular os currículos da educação básica do Estado de São Paulo.
(D) elencar as escolas de melhor desempenho para a destinação de verba suplementar.
(E) premiar os professores e as escolas dos alunos de melhor colocação.

 
82. O princípio da gestão escolar democrática e participativa, que fundamenta as políticas educacionais da SEE-SP, é importante no contexto social e de desenvolvimento do Estado de São Paulo e significa que:

(A) o gestor deve buscar a independência da escola no planejamento, na implementação e na avaliação curricular, contribuindo para a diversidade educacional no Estado.
(B) o gestor deve trabalhar o planejamento, o desenvolvimento e a avaliação curricular de forma neutra, desta forma resguardando seu papel de decisor final, o que agiliza os processos educacionais mais amplos do Estado.
(C) o gestor deve mostrar que as tensões geradas no planejamento, no desenvolvimento e na avaliação curricular devem ser controladas de modo a não impedirem o avanço da implementação das políticas educacionais do Estado, em tempo hábil.
(D) o gestor deve levar em conta as culturas e identidades dos diferentes grupos que compõem o ambiente escolar para ressignificar a proposta curricular do Estado, contribuindo para a articulação entre a unidade e a diversidade e para a melhoria dos resultados da Rede.
(E) o gestor deve marcar, com clareza, que práticas existentes podem e devem ser substituídas por discursos propositivos, que mostrem que o projeto curricular do Estado supera lacunas e, desta forma, estará contribuindo para a melhoria da qualidade educacional.


83. Luiza é uma diretora dedicada e ciente de suas responsabilidades como gestora. Para ela um elemento muito importante para o bom funcionamento de uma escola é a avaliação, que deve se constituir em um processo contínuo e que envolva a todos.

Os objetivos e os procedimentos da avaliação interna na escola de Luiza são definidos

(A) pelos gestores da escola.
(B) pela SE.
(C) pela diretora.
(D) pelo conselho de escola.
(E) pelo coletivo dos professores regentes.
 
84. No início do ano, a mãe de uma menina de 10 anos procurou a diretora de uma escola de Ensino Fundamental, solicitando uma vaga para sua filha no 4º ano. Alegou que ensinou sua filha a ler e escrever em casa, por isso o fato de ela nunca ter frequentado uma escola antes. Alegou também ter perdido o período de realização de matrícula pelo sistema da SEE, por estar fora de São Paulo.
Diante dessa situação, a diretora consultou a Lei 9394/96, no que tange à classificação do estudante para qualquer série ou etapa, exceto na primeira do Ensino Fundamental. Em relação ao caso relatado, a LDB determina que a matrícula seja realizada:

(A) por promoção, para alunos que cursaram, com aproveitamento, a série ou fase anterior, na própria escola ou em escola que atenda aos mesmos níveis de escolaridade.
(B) por transferência, para candidatos procedentes de outras escolas ou para crianças e jovens que tenham frequentado o Ensino Fundamental em outra modalidade de ensino que não a regular.
(C) independentemente de escolarização anterior, mediante avaliação feita pela escola, que defina o grau de desenvolvimento e experiência do candidato e permita sua inscrição na série ou etapa adequada, conforme regulamentação do respectivo sistema de ensino.
(D) por matrícula, mediante conselho pedagógico e escolar, considerando o número de vagas existente na escola e na classe em especial relativa à solicitação feita.
(E) por promoção, desde que o candidato atenda aos objetivos curriculares propostos para o ano correspondente à solicitação da vaga na classe, mediante realização de uma prova específica para cada área de conhecimento.

 
85. Na construção do Projeto Pedagógico, é muito importante que todos os segmentos da escola não percam de vista a necessidade de identificação dos responsáveis por determinadas ações assumidas no coletivo. Para assegurar que isso ocorra, Juliane Correa Marçal (2001) sugere que:

(A) a direção envie uma carta aos pais solicitando que eles cobrem diretamente dos professores, funcionários e do pessoal administrativo o cumprimento das suas tarefas.
(B) os gestores da unidade de ensino determinem se as ações definidas como prioridades pelos segmentos são realmente viáveis e garantir seu encaminhamento através de sua autoridade.
(C) a SEE fique alerta ao que acontece nas escolas para garantir que as ações sejam definidas e encaminhadas, conforme a determinação da SEE.
(D) professores regentes, funcionários, pessoal administrativo, os alunos e suas famílias devem assinar um documento se comprometendo a cumprir suas responsabilidades e ações.
(E) todos os envolvidos devem discutir e avaliar periodicamente como as ações estão sendo encaminhadas e, se necessário, retomá-las, corrigindo o seu fluxo e verificando sua viabilidade.
 
86. Um professor, responsável por uma disciplina numa escola da rede estadual de São Paulo, avisado pela direção sobre uma reunião para decidir sobre a gestão financeira da escola, recusou-se a participar, citando as incumbências docentes previstas na Lei 9394. O professor está

(A) errado, porque a Lei é clara quando prevê a participação dos professores em trabalhos dedicados ao planejamento financeiro.
(B) correto, porque, segundo a Lei, o planejamento financeiro não faz parte de suas atribuições.
(C) correto, porque, segundo a Lei, o planejamento financeiro não é atribuição da escola.
(D) errado, porque o planejamento financeiro da escola deve ser coordenado pelos professores.
(E) errado, porque o planejamento financeiro de cada escola é organizado pela Diretoria de Ensino com participação dos professores.
 

87. Um dos papéis do professor na proposta pedagógica da unidade escolar é que ele

(A) deve elaborar sozinho a proposta pedagógica e garantir sua execução no tempo determinado pela direção da escola.
(B) deve priorizar pagar com seu salário diversos cursos de capacitação em serviço para melhor desenvolver a proposta pedagógica da escola.
(C) não precisa estar a par dos resultados de sua escola no Saeb e no Saresp já que estes dados serão desnecessários para o replanejamento de suas aulas.
(D) deve atuar em equipe em favor da construção da proposta, valorizando a formação continuada e o estudo das Propostas Curriculares da SEE/SP.
(E) não necessita conhecer a realidade e as identidades locais pois isso é desnecessário no desenvolvimento da proposta pedagógica da escola.
 

88. De acordo com a Lei de Diretrizes e Bases de Educação Nacional (LDB − Lei nº 9.394/96), os docentes estão incumbidos de:

(A) participar da elaboração da proposta pedagógica do estabelecimento de ensino, garantindo sua adequação às Diretrizes Nacionais Curriculares fixadas na forma da lei.
(B) estabelecer estratégias de recuperação para os alunos de menor rendimento, por meio de projeto aprovado pelo Conselho de Escola.
(C) definir, juntamente com seu pares, o calendário escolar, respeitado o número mínimo de dias letivos e da jornada escolar definidos na lei.
(D) informar o Conselho Tutelar sempre que o direito público subjetivo dos alunos não for respeitado, em especial, os casos de maus tratos.
(E)ministrar os dias letivos e horas-aula estabelecidos, além de participar integralmente dos períodos dedicados ao planejamento, à avaliação e ao desenvolvimento profissional.

 
89. A LDB (artigo 14) ao estabelecer que os sistemas de ensino definirão a participação dos profissionais de educação na elaboração do projeto pedagógico da escola e a participação das comunidades escolar e local em conselhos escolares ou equivalentes regulamentou

(A) o currículo comum a todas as escolas.
(B) a existência de projeto pedagógico em todas escolas.
(C) o direito de todos à educação.
(D) o compromisso com a educação.
(E) a gestão democrática.

 

90. De acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei no 8.069/90 − ECA), a escola deve encaminhar denúncia ao Conselho Tutelar, quando

(A) ela detectar a comercialização de materiais escolares ou gêneros alimentícios da merenda escolar distribuídos gratuitamente pelo poder público.
(B) os professores se ausentarem sem justificativa de suas salas de aula e nesta ausência, os alunos picharem as paredes.
(C)) uma criança ou adolescente aparecer na escola com indícios de maus tratos ou se ausentarem, com freqüência injustificada, das atividades escolares.
(D) crianças ou adolescentes se apresentarem trajando roupas inadequadas ou usando palavras de baixo calão, de forma agressiva aos funcionários da escola.
(E) crianças ou adolescentes em função de baixo rendimento escolar, tiverem sido encaminhados para uma recuperação paralela e nela não se envolverem nas atividades propostas.

 
91. Em  relação  à  educação básica,  a  Lei  de  Diretrizes  e  Bases  da  Educação  Nacional,  Lei   n° 9.394/96 (LDB), prevê, em seu artigo 24, que:  

 I .  a carga horária mínima anual será de oitocentas horas, distribuídas por um mínimo de duzentos 
dias letivos de efetivo trabalho escolar, incluindo o tempo reservado às provas finais. 
II.  a  escola  deverá  oferecer  estudos  de  recuperação,  de  preferência  paralelos  ao  período letivo,  para os casos de baixo rendimento. 
III.  o aluno para ser aprovado deverá ter, no mínimo, setenta e cinco por cento de frequência ou a  média mínima estipulada no regimento escolar. 
IV.  a carga horária mínima anual será de oitocentas horas, distribuídas por um mínimo de duzentos  dias letivos de efetivo trabalho escolar, excluindo o tempo reservado às provas finais.
V.  o aluno para ser aprovado deverá  ter, no mínimo, setenta e cinco por cento de  frequência e a  média mínima estipulada no regimento escolar.  Aassinale a alternativa correta. 

(A ) somente as afirmativas II, III e V são corretas. 
(B) somente as afirmativas I, II e IV são corretas. 
(C) somente as afirmativas II, IV e V são corretas. 
(D) somente as afirmativas I, IV e V são corretas. 
(E) somente as afirmativas II e III são corretas.

 
92. A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 9.394/96) ao referir-se à organização da educação nacional define que os docentes incumbir-se-ão de, exceto:

(A) participar da elaboração da proposta pedagógica do estabelecimento de ensino;
(B) estabelecer estratégias de recuperação para os alunos de menor rendimento;
(C) colaborar com as atividades de articulação da escola com as famílias e a comunidade;
(D) assegurar o cumprimento dos dias letivos e horas-aula estabelecidas;
(E) participar do planejamento escolar e elaborar seus planos de aulas.
 
93.  A legislação educacional estabelece como uma das competências e obrigações do professor “zelar pela aprendizagem dos alunos”. Uma das necessárias atitudes de “zelo pela aprendizagem” é a realização, pelo professor, da sondagem sobre o que o aluno já sabe e o que o aluno não sabe, e precisa aprender. Precisa fazer um diagnóstico sobre o que os alunos sabem para decidir o quê e como ensiná-los, o que deve ser feito, verificando

(A) a matéria ensinada pelo professor do ano anterior.
(B) os ensinamentos informais, como os da pré-escola, para os alunos do 1º ano.
(C) os acertos e erros em uma prova de textos sobre certo conteúdo, elaborada para verificar a habilidade de leitura, interpretação e compreensão de textos.
(D) o percurso de aprendizagem de cada um dos alunos, por meio de entrevistas individuais, provas abertas e problematizadoras de conteúdos programáticos.
(E) o projeto educacional da escola e os planos de ensino aos professores dos anos anteriores.

 
94. O currículo escolar brasileiro é composto de duas partes. Uma, é obrigatória em todo país e a outra, criada para atender as peculiaridades regionais, locais e dos alunos. Elas são respectivamente:

(A) somente  uma parte diversificada.
(B) núcleo comum e currículo oculto.
(C) base nacional comum e uma parte diversificada
(D) currículo mínimo e parte diversificada
(E) somente da base nacional comum

 
95. O órgão importante com funções específicas para acompanhar a gestão democrática em uma escola:

(A) conselho de classe.
(B) conselho de escola.
(C) direção escolar.
(D) coordenação pedagógica.
(E) grêmio estudantil

 
96. É uma das características de gestão democrática na escola:

(A) envolvimento da comunidade no processo escolar.
(B) avaliação escolar somativa.
(C) a centralização do poder.
(D) articulação entre ensino e família.
(E) não participação da comunidade escolar.

 
97. A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional deu grande destaque à avaliação no processo educacional. Apresentou melhorias na organização curricular e no processo de ensino-aprendizagem.

Diante da afirmativa a escola deve pautar-se por uma avaliação cuja ênfase seja:

(A) fazer provas, exercícios e trabalhos individuais para forçar o aluno a estudar constantemente.
(B) recompensar e/ou punir os alunos tendo em vista o processo de construção de seu conhecimento.
(C) perceber o nível de aprendizagem em que se encontra o aluno, para que se possa tomar decisões coerentes e satisfatórias, capazes de levá-lo a avançar em seu processo de aprendizagem.
(D) proceder ao controle formal, com objetivo classificatório, tendo como perspectiva a transformação do aluno.

 
98. A construção da gestão democrática na escola é um processo que requer o envolvimento de todos os atores envolvidos internamente e externamente na busca de uma sociedade mais justa e igualitária. Nesta perspectiva, analise as afirmativas abaixo.

I. As bases de um projeto político-pedagógico devem estar estruturadas num processo de planejamento participativo, com a participação de pais, professores, alunos, funcionários e comunidade.
II. Para que ocorra a descentralização e a autonomia, é necessário que o governo federal coordene, diretamente, as ações pedagógicas, políticas e financeiras da escola.
III. A autonomia financeira da escola é tão importante quanto a autonomia pedagógica, portanto cabe aos órgãos centrais rever a questão do financiamento da educação, tornando mais atraente o exercício do magistério.
Assinale a alternativa que apresenta a(s) afirmativa(s) correta(s).

(A) I e II. 
(B) I. 
(C) I e III. 
(D) III. 
(E) todas.

 
99. Analistas e estudiosos da LDB/96 têm apontado como seu atributo mais significativo ser:

(A) pouco adequada à realidade brasileira.
(B) flexível, permitindo maior liberdade aos sistemas estaduais, municipais e às escolas.
(C) muito diretiva e detalhista.
(D) muito conservadora, tolhendo desse modo, iniciativas inovadoras.
(E) muito elitista.

 
100. A organização do ensino em ciclos:
(A) exige determinações oficiais superiores que a garantam na escola, independentemente das circunstâncias adversas de trabalho dos profissionais da educação.
(B) não foi adotada antes da lei 9394/96, porque não havia respaldo legal para romper com a seriação.
(C) requer o uso de instrumentos quantitativos para medir o conhecimento dos alunos.
(D) provoca uma re-significação do processo avaliativo, tornando-a uma prática que contribui para a apropriação e construção do conhecimento pelo aluno.
(E) estimula de imediato o descompromisso com o processo de aprendizagem, o que vai sendo superado com o decorrer do tempo.

 

Gabarito - 100 Questões Sobre Legislação Educacional

 

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
D A B E B A D D C C
11 12 13 14 15 16 17 18 19 20
B A D C C E D E D C
21 22 23 24 25 26 27 28 29 30
A D A D E D B A A C
31 32 33 34 35 36 37 38 39 40
B A D A E D B D E E
41 42 43 44 45 46 47 48 49 50
B A C C C B C A A B
51 52 53 54 55 56 57 58 59 60
E B A C A C B A E C
61 62 63 64 65 66 67 68 69 70
A E E C A D C B A D
71 72 73 74 75 76 77 78 79 80
C D C C A D C A E E
81 82 83 84 85 86 87 88 89 90
A E C E A B D E E C
91 92 93 94 95 96 97 98 99 100
C D D C B A C C B D

 

Comentários
VALÉRIA MAINARDES KURY disse em: 26/01/2011 17:01
É de fundamental importância o apoio que esse site está disponibilizando aos professores, pois está contribuindo muito para nosso aperfeiçoamento!!!!!!!!!
 
VALÉRIA MAINARDES KURY disse em: 26/01/2011 17:01
Parabéns pela iniciativa do site em questão, pois está contribuindo muito para o aperfeiçoamento e qualidade do trabalho e estudo de nós professores!!!!!!!!!!!!!!
 
Nicole Mieko Takada disse em: 05/02/2011 21:02
O trabalho da equipe do site é sem dúvida muito importante para o aperfeiçoamento dos professores, disponibilizando simulados como esse fica mais fácil estudar e se preparar para novos concursos, parabéns.
 
RAQUEL disse em: 25/03/2011 14:03
MAIS UM! MAIS UM! PARABÉNS PELO TRABALHO DE VCS. QUERO MAIS SIMULADOS PARECIDOS. ADOREI!!!!!!!!!!
 
Pâmala disse em: 28/05/2011 13:05
OIii, muito bom o site!!!! Tem o gabarito dessas questões??
 
Dalva disse em: 13/07/2011 11:07
Muito bom!!!!Adorei!!!!!!Muito importante para nós que somos professores.Sempre precisamos estar atento sobre as mudanças que ocrrem na educação. parabéns!
 
daniela disse em: 20/07/2011 22:07
Gosto muito de responder as estas questões, mas encontrei um erro no gabarito questão 49,que fala sobre a LDB, a alternativa correta é D, e não A, como está no gabarito!!!
 
SIMONIA MARIA DA SILVA disse em: 20/08/2011 14:08
É MUITO IMPORTANTE NÓS APERFEIÇOARMOS CADA VEZ MAIS,POIS O APRENDIZADO É CONTINUO,SEMPRE ESTAMOS EM CONSTANTES MUDANÇAS EM NOSSA EDUCAÇÃO.PARABÉN!
 
natalia disse em: 20/08/2011 14:08
gostei so que queria saber a resposta tb !!
 
Edson Pereira D assunção disse em: 30/08/2011 10:08
Parabéns! Continue elaborando mais e mais questões sobre legislaçao, pois em se tratando de forma contínua, esse material é 10.
 
Francilene de Sousa Araújo disse em: 04/09/2011 02:09
Adorei estas questões. Estava mesmo precisando, pois vou estudar para concurso público. Valeu! Vocês estão de parabéns!
 
Luiza Helena de O. Abilio disse em: 04/09/2011 02:09
Parabens por este material tão importante para nos prof., é muito importante nos aperfeiçoarmos cada vez mais, sabemos q o aperfeiçoamento é continuo.pois estamos em constante mudanças na nossa educação.Só queria saber a resposta, para ter mais confiança.
 
Adriana C R C Souza disse em: 05/09/2011 00:09
GOSTARIA DE SABER O GABARITO POIS ESTOU ESTUDANDO PARA CONCURSO E ME SERIA MUITO UTIL.GRATA
 
Vanir Paciencia Ignacio disse em: 13/09/2011 00:09
Gostei muito do trabalho. Parabéns pela parceria de ajudar e dividir com todos que tenham o mesmo objetivo "Educação é a razão de mudança para nossa Nação"
 
Eduardo disse em: 13/09/2011 00:09
Olá Adriana ... o link para o gabarito esta ao final desta pagina, abaixo da ultima questão de numero 100.
 
CLERECI disse em: 13/09/2011 00:09
Boa tarde!!!! Gostei do questionario, mas gostaria de ter o gabarito, tens possibilidade em enviá-lo. Obrigada
 
gostaria de saber o gabarito. Obrigado disse em: 22/09/2011 00:09
muityo bom questionario, faltando somente o gabarito.
 
Ivonete Correa Ferraz Costa disse em: 04/10/2011 00:10
Foi muito bom o exercício, só que eu gostaria de receber o gabarito. Estou aguardando. Valeu!
 
Silvimeire Rodrigues Dias Debossan disse em: 08/10/2011 01:10
Quero agradecer por essa iniciativa, ela com certeza vem de encontro as necessidades de muitos recem formados assim como eu que estima passar em um concurso público na área da educação.Se possível envie para meu e-mail o gabarito para uma melhor oportunidade de estudo OK? um abraço!!!
 
LUCIA disse em: 06/11/2011 17:11
Como muita gente falou,PARABÉNS pela iniciativa ,estou estudando para concurso que vai ter aqui na minha região,já passei inclusive para minhas colegas que adoraram,pois desta forma você esta nos ajudando e dando a possibilidade de nos aperfeiçoarmos mais.Obrigada.
 
daluz disse em: 28/11/2011 01:11
ADOREI O QUESTIONÁRIO, MUITO OBRIGADA POR ESSA INICIATIVA CONCERTEZA NOS AJUDA MUITO NOS ESTUDOS.VALEU EQUIPE!!!
 
Fernando Borges da Silva disse em: 15/12/2011 23:12
Parabéns, muito obrigado pela ajuda
 
RICARDO LUIZ ELIAS DE SOUSA disse em: 28/01/2012 16:01
A QUESTÃO 49 A ALTERNATIVA CORRETA É A LETRA "d" ART. 24 INCISO V A verificação do rendimento escolar observará os seguintes critérios "Avaliação contínua e cumulativa do desempenho do aluno, com prevalência dos aspectos qualitativos sobre os quantitativos e dos resultados ao longo do período sobre os de eventuais provas finais."
 
RICARDO LUIZ ELIAS DE SOUSA disse em: 28/01/2012 16:01
A QUESTÃO 40 TODAS SÃO CORRETAS!!!!!! ART. 13º DA LDB
 
ANDREIA LANA disse em: 22/02/2012 17:02
OBRIGADA PELAS QUESTÕES. PARABÉNS.
 
Maria ivone disse em: 24/02/2012 00:02
Gostaria que me enviassem algumas provas fico grata.
 
VALDINAR ALMEIDA disse em: 24/03/2012 01:03
Quero agradecer por essa iniciativa, e gostaria de receber outros SIMULADOS REFERENTE CONHECIMENTOS PEGADOGICOS... OBRIAGADO
 
Débora Santos disse em: 07/04/2012 11:04
Gostaria do gabarito. Obrigada
 
natalia disse em: 19/06/2012 01:06
a questao 49 a resposta certa e a letra D..........pessoal mais atenção!!!!!!!!!!!!!!!1
 
ESTER FERREIRA disse em: 15/12/2012 01:12
muito bom! parabéns e obrigada.
 
Sílvia Moreira disse em: 23/03/2013 12:03
RICARDO LUIZ ELIAS DE SOUSA, a resposta da 40 está certa a letra "e" pois o professor deve colaborar com a proposta pedagógica da escola e não somente elaborar.
 
DEUZIMAR COSTA DOS SANTOS disse em: 20/08/2013 11:08
gostei muito desse site e dos exercícios. acredito que eles vão me ajudar no concurso. obrigada!
 
Diego disse em: 23/10/2013 13:10
Parabéns ao site por disponibilizar estas questões para nós professores! Vai nos ajudar e muito no Concurso! Obrigado! Obs: a resposta da questão 49 é a letra "D"!!!
 
Cleusilene disse em: 15/11/2013 10:11
Parabéns, gostei muito.
 
Deixe seu comentário aqui!
Nome
Email
Site
Comentário
 
Política de Privacidade Home Concursos Provas Favoritos Orkut